3º dia do Congresso teve expressiva participação dos delegados (as) que aprovaram as alterações do Estatuto

No sábado (9), as atividades do Congresso foram realizadas no auditório do Sindicato, em Santo Amaro, onde se tratou especificamente sobre as alterações estatutárias. Houve uma participação importante e significativa dos delegados e delegadas nos debates que aconteceram durante toda a manhã acerca das propostas que a diretoria e a comissão relatora consolidaram para a atualização do Estatuto. Vale destacar que houve a aprovação de grande parte das propostas apresentadas. Dessas, 3 se destacaram, sendo uma delas aprovada e as outras duas rejeitadas, pois houve uma modificação parcial nos textos apresentados.

Diretoria e delegados (as) reunidos para tratar das alterações estatutárias

As principais mudanças feitas foram com relação à duração do mandato da diretoria que passou a ser de 3 anos, ao invés de 2; o tamanho da composição da diretoria que aumentou de 5 para 7 diretores; a criação do impedimento de diretor ocupar cargo de confiança da gestão ou de estar afastado do MPPE; a simplificação do processo eleitoral no estatuto, permanecendo apenas as normas garantidoras e estruturantes e passando para regimento as normas que não tem detalhes; e a criação de medidas garantidoras da democracia interna do Sindicato.

Os participantes aprovaram grande parte das propostas apresentadas

Houve também a apresentação de uma emenda que não foi consensuada nem na diretoria e nem na comissão relatora, que foi apresentada pelo atual presidente e que era para ampliação da base. “Foi uma provocação que fizemos, visto que isso está no âmago da nossa proposta de contribuição geral e nós defendemos essa ampliação. Houve um debate bem acalorado sobre o tema com a participação de muitos presentes e depois a proposta foi excluída, acatando o consenso da maioria”, apontou Fernando Ribamar, presidente do Sindsemp/PE.

Compartilhar: