Diretoria do Sindsemp/PE teve acesso aos resultados da pesquisa com os servidores e realizou 2ª reunião do Conselho Deliberativo

Na última sexta-feira (17), os representantes da Norte Pesquisa estiveram na sede do Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco (Sindsemp/PE) onde fizeram a apresentação para a diretoria e alguns representantes de base dos resultados da pesquisa iniciada com a categoria no último mês de março. O material traçou o perfil sociodemográfico de uma amostra expressiva de servidores do Ministério Público de Pernambuco, filiados e não filiados ao Sindsemp/PE e que estão lotados na Região Metropolitana do Recife e nas cidades mais representativas do interior do Estado.

Diretoria e representantes de base atentos aos resultados do estudo

O estudo apontou conclusões importantes que irão nortear o planejamento estratégico das ações a serem desenvolvidas pela entidade sindical a partir de agora. Em breve, a categoria terá acesso aos resultados dos principais temas coletados através da divulgação nos meios de comunicação institucionais do Sindicato.

Após a apresentação da Norte Pesquisa, a diretoria do Sindsemp/PE continuou reunida no 2º encontro ordinário do Conselho Deliberativo desse ano. Na pauta esteve em discussão a revisão salarial e as questões relativas a criação dos cargos comissionados no âmbito do MPPE, no caso dessa última demanda, a idéia do Sindicato é buscar junto a Secretaria Geral a instalação de uma mesa de negociação especifica com a participação de entidades nacionais e com possibilidade de mediação para tratar do tema.

Na ocasião, a diretoria também debateu questões que estão pendentes junto à gestão do MPPE com relação ao banco de horas e as remoções dos servidores. De acordo com Fernando Ribamar, presidente do Sindsemp/PE, a entidade já está com um material pronto para ajuizar a cobrança dessas horas extras não pagas e nem gozadas pelos servidores. “Também iremos atender o que ficou estabelecido com o secretario geral acerca das remoções, oficiando e dando ciência ao novo secretário de todo o histórico das negociações para que ele possa ter um entendimento maior sobre a questão”, afirma.

Além disso, os participantes do encontro também avaliaram as pautas nacionais e decidiram que o Sindicato irá convocar a categoria para aderir a greve geral marcada para o dia 14 de junho, em todo o território nacional. Por fim, a reunião tratou de todo o planejamento para as lutas desse ano. “Estamos conscientes de que estamos cumprindo o que pensamos desde o início do ano. Tanto no sentido de realizar as ações planejadas, como de fazer tudo dentro do orçamento aprovado para as despesas”, enumera Ribamar. Ele salienta que o Sindicato está montando as estratégias para dar conta de tudo que foi proposto como, por exemplo, a realização do primeiro congresso estadual do MPPE, a questão da reforma estatutária, entre outras.

Todos os temas tratados na reunião, além da pauta do processo do Funafin, serão deliberados na Assembleia Geral que o Sindicato promove nesta sexta, dia 24 de maio,   na sede da entidade, às 12h30, em primeira chamada e às 13h, na segunda convocação.

 

Compartilhar: