NOTA DE APOIO

A diretoria do Sindicato dos Servidores do Ministério Publico de Pernambuco (Sindsemp/PE), através dessa nota de apoio, se solidariza ao presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE), Áureo Cisneiros, que foi notificado na semana passada, pela Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social com um documento que pode levá-lo a demissão de suas atividades como servidor público.

O Sindsemp/PE considera imprudente a decisão tomada visto que Áureo, ao longo dos quatro anos em que está à frente do Sinpol, vem lutando por melhores condições de trabalho, valorização profissional e salarial dos Policiais Civis de Pernambuco.

As práticas antissindicais são usadas para pressionar servidores, utiliza-se de demissão, transferência de local de trabalho ou qualquer outra forma que dificulte ou impeça o dirigente ao exercício de sua função sindical, configurando-se assim numa ação velada de perseguição.

Dessa maneira, pedimos ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que use o bom senso político e não assine a demissão de Áureo Cisneiros. Na atual conjuntura política esta demissão pode ser uma antecipação de graves medidas que, estão sendo discutidas em nível federal, com intuito de alterar a legislação trabalhista e retirar todos os direitos da classe trabalhadora.

 

Basta de práticas antissindicais contra servidores e sindicalistas!

 

Recife, 21 de novembro de 2018

Diretoria do Sindsemp/PE

 

LINK DA NOTA DE APOIO DO SINPOL:

SINPOL DESMENTE GOVERNO DO ESTADO SOBRE OS MOTIVOS DA IMINENTE DEMISSÃO DE SEU PRESIDENTE

Compartilhar: