Posse da nova diretoria será marcada com atividades durante todo o dia

No próximo dia 31, o Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco (Sindsemp/PE) realizará a cerimônia de posse da nova Diretoria e do Conselho Fiscal do Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco (Sindsemp/PE) eleita para o biênio 2020/2021. A chapa “Unidade para Avançar” é composta pelo presidente, Ronaldo Fonseca Sampaio; secretário-geral, João Bôsco Lins; diretor financeiro, Fernando Ribamar; diretora de relações públicas e sociais, Shirley Gonçalves do Nascimento; coordenação de relações sindicais, Rosa Maria Antunes; suplência de diretoria, Bruno Valente; além dos conselheiros fiscais, Roubier Muniz de Souza, Rógeres Bessoni, Samuel Ferreira Filho e Rita de Brito.

A programação tem início às 13h, na sede do Sindicato, com a reunião do Conselho Deliberativo. Depois, às 16h, haverá a Assembleia Geral Ordinária onde serão apresentadas as contas de 2019 e o orçamento previsto para esse ano. Às 18h, no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE), no bairro de Santo Antônio, acontecerá a posse seguida de palestra sobre a valorização dos servidores do MPPE. Às 20h, todos estão convidados a participarem do coquetel de boas vindas aos novos diretores no terraço do Edifício Ipsep.

A nova diretoria destaca como principais desafios do mandato, à luta pela manutenção da meritocracia no plano de cargos e carreiras do MPPE, mantendo também o princípio de valorização dos servidores que considera o tempo de trabalho na instituição; a defesa pela maior democratização com ocupação dos espaços de poder por representação dos servidores e também dentro do próprio Sindicato fazendo valer o novo formato organizacional aprovado recentemente no I Congresso Sindsemppe; No plano nacional, as perspectivas são pela defesa da manutenção dos direitos que estão sendo questionados com base na nova reforma administrativa que está sendo colocada pelo Governo Federal e que pode rebater nos planos subnacionais. “Vamos lutar contra os cortes dos direitos que a reforma da previdência estadual pode trazer. Manteremos a organização com outras entidades sindicais para fazer frente a essa política nefasta que está sendo posta adiante”, dispara Ronaldo Sampaio, atual presidente do Sindicato.

Compartilhar: