Posse dos representantes do Conselho é automática

Foram encerradas no último sábado (15.09), as eleições para a escolha dos representantes sindicais de base que irão cumprir o mandato 2018/2020. Ao todo, foram disponibilizadas 30 vagas com novidades no que diz respeito aos critérios de lotação, geográfico e setorial. No entanto, apenas 18 candidaturas foram inscritas e eleitas em sua totalidade.

A posse é automática, porém a formalização está prevista para acontecer no próximo mês de outubro em data a ser definida e divulgada posteriormente. Na ocasião, também haverá a primeira reunião do Conselho Deliberativo já com os novos representantes de base.

No total, 105 eleitores participaram da votação. Essa foi a segunda vez na história do Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco (Sindsemp/PE) em que os servidores elegeram seus representantes. Mesmo não tendo ocupado o total das vagas, Fernando Ribamar, a frente da presidência do Sindicato, considera o resultado positivo já que houve um acréscimo de representação nessa eleição. Outro ponto acertado para ele foi à questão das divisões identitárias que são bem importantes para nortear a atuação da entidade. “Vamos continuar propondo e incentivando nosso Conselho para que devagar possamos preencher as 12 vagas restantes”, comenta.

Para o diretor Financeiro do Sindsemp/PE, João Bosco Rabello Lins, que antes de ocupar a diretoria foi representante de base da circunscrição de Olinda, as representações são imprescindíveis para a aproximação da categoria com o Sindicato, pois elas estabelecem uma comunicação efetiva onde os representantes participam, deliberam e tem voz na maioria das pautas, sobretudo as que demandam uma decisão mais complexa e de maior repercussão.

“É uma via de mão dupla, tanto para o Sindicato que precisa estar junto à categoria, como para os servidores que podem ter um engajamento mais efetivo e democrático em todo o Estado, inclusive, nas circunscrições mais distantes da capital. É importante entender que o Sindicato não funciona apenas com demandas financeiras, mas com demandas nacionais e locais, tendo como exemplo, as ações que vem sendo trabalhadas na questão da democratização do MPPE e onde o Sindsemp/PE vem travando uma luta importante para a categoria e para a sociedade de uma maneira geral”, considera Bôsco.

A servidora Maria de Lourdes Silva Pinto, ex-representante da circunscrição de Arcoverde, no sertão pernambucano, considera muito oportuna a ocupação no quadro do Conselho já que é uma maneira de contribuir efetivamente na construção das ideias do Sindicato, de forma a legitimar suas decisões e ações, já que as mesmas são fundadas nas contribuições diretas das várias circunscrições e setores do MPPE.

Confira a lista dos eleitos abaixo:

CIRCUNSCRIÇÃO – REPRESENTANTES ELEITOS

2ª – Neomedes Carvalho Moraes Rego

5ª – André Luís Viana Campelo

6ª – Maria Simony de Araújo de Oliveira

7ª – Úrsula Kelly Guedes de Souza

8ª – José Alberto Guerra da Costa

9ª – Marcello Lyra de Vasconcelos

11ª – Tiago Gomes de Freitas Santos

14ª – Francisco Emanuel Alves Gonçalves

 

POR PRÉDIOS – REPRESENTANTES ELEITOS

Edifício – Alfred Nobel – Thiago Andrade de Araújo

Edifício – Paulo Cavalcanti – Bruno Valente Firmino dos Santos

Centro de Apoio Logístico Edmyrtes Cármen de Lima – Alexandre Bahia Vanderlei

 

POR SETORIAL – REPRESENTANTES ELEITOS

Analistas – Maria de Lourdes Viana Silva Pinto

Técnicos – Eduardo César Ferreira de Oliveira

Aposentados – Ivan dos Santos Telles

Pessoa com Deficiência – Roberto Luiz da Silva Cabral

Mulheres – Leilane Almeida Paixão

Mulheres – Tanany Frederico dos Reis

Negros – Victor Albuquerque Lima

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar: