Sindsemppe realiza eleições paralelas para Procurador Geral de Justiça

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco – SINDSEMPPE vai realizar, pela terceira vez em sua história, as eleições paralelas para Procuradoria Geral Justiça, numa ação de iniciativa da Federação Nacional dos Servidores dos Ministérios Públicos Estaduais – FENAMP em vários estados.

A ação tem o objetivo de ampliar o debate sobre a democratização do Ministério Público, tema que vem sendo pauta, durante todo o ano, de mobilizações que ocorrem nas últimas quartas-feiras de cada mês. Esse debate, objeto da PEC 147/2015, busca, principalmente, direito de voto para os servidores efetivos no processo de escolha do PGJ.

Em Pernambuco, o Sindsemppe foi o órgão pioneiro a levantar o debate, tendo tramitado a PEC 23/2001 com aprovação unânime na Comissão de Constituição de Justiça da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Outras duas eleições paralelas para a PGJ foram realizadas pela entidade: em 2002 e 2010, neste, com realização de debate entre os candidatos. “Entendemos que, enquanto não tivermos direito ao voto, continuaremos sendo considerados, por grande parte da Instituição, como cidadãos de segunda classe”, afirma o Presidente do Sindsemppe, Fernando Ribamar.

A votação ocorrerá no dia 03 de janeiro, das 9h às 17h, e se dará por meio de um link a ser enviado a todos os servidores do MPPE, por e-mail. O resultado do pleito paralelo será encaminhado ao governador Paulo Câmara, para conhecimento dos anseios da categoria dos servidores.

Compartilhar: